Escolha uma Página

É frustrante pagar um bom dinheiro por algo e receber outra coisa.

Com o aumento de popularidade da Reflexologia, é muito comum o que acontece com as pessoas que solicitam uma sessão de reflexologia de alguém que não seja um reflexologista certificado: recebem uma massagem nos pés pagando como reflexologia.

Carreiras de reflexologia vêm ganhando popularidade nos últimos 25 anos e continuam a crescer hoje. De fato, em todo o mundo, a Reflexologia é possivelmente a profissão que mais cresce nas terapias por toque.

Um número crescente de spas e massagistas estão oferecendo massagem nos pés que eles chamam de reflexologia. De onde surgiu essa confusão entre uma massagem nos pés e reflexologia?

Em parte, pela desinformação do próprio público sobre o que é a Reflexologia. Mas, na maior parte acontece o seguinte:

Normalmente, em cursos de massagem e/ou podologia, um instrutor explica as teorias gerais por trás da reflexologia e aponta a localização geral dos pontos reflexos em um grande gráfico de parede, com instruções para pressionar esses pontos ao estimular algum órgão ou glândula. Isso é análogo a pedir a um praticante de medicina esportiva que ensine massagem sacral craniana.

Sem conhecimento específico e treinamento em reflexologia, mas munidos de uma licença que lhes permite praticar a disciplina, não é surpresa que muitos profissionais em massagem não saibam nada sobre reflexologia, mas acreditam que eles são capazes de oferecê-la ou praticá-la com uma impressão imprecisa de que é simplesmente a aplicação de pressão, durante uma massagem, em pontos sensíveis dos pés.

Qual a diferença?

Em termos gerais, as técnicas de massagem são projetadas para relaxar a tensão dentro do tecido mole, com o objetivo de restaurar a saúde da anatomia. A intenção pode ser diminuir a dor, melhorar a postura e / ou função estrutural e / ou produzir relaxamento físico, emocional e mental.

A reflexologia é um protocolo de técnicas manuais, como andar com o polegar e os dedos, gancho e apoio, e rotação em um ponto, aplicado a áreas reflexas específicas predominantemente nos pés e nas mãos, com o objetivo de estimular as complexas vias neurais que ligam os sistemas do corpo, apoiando os esforços do corpo para funcionar de maneira ideal. A aplicação é específica e direcionada, obedecendo-se a uma terapêutica própria a cada tipo de fisiopatologia.

A Reflexologia visa auxiliar e/ou tratar distúrbios de saúde em todos os seus níveis, promovendo a recuperação da saúde e melhora na qualidade de vida.

A eficácia da reflexologia é reconhecida mundialmente por várias instituições internacionais de saúde, inclusive recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) desde 2012 e pelo Governo Brasileiro, como uma Prática de Medicina Integrativa Complementar, distinta dentro do campo da saúde holística.

Essa definição serve para esclarecer as diferenças na técnica entre reflexologia e massagem, e estabelece claramente como a reflexologia difere em sua intenção da massagem terapêutica de uma prática que manipula os tecidos moles com a intenção de relaxar os músculos.

Esta distinção é crucial para que, cada vez mais, a Reflexologia seja associada a tratamento de saúde e não a sessões de massagem.

Embora os benefícios da reflexologia incluam o relaxamento da mente e da musculatura, a principal intenção é apoiar a saúde dos sistemas internos do corpo. Reflexologia normalmente se concentra em reflexos correspondentes aos órgãos e glândulas estressados, não os elementos do tecido conjuntivo da parte do corpo a ser trabalhado”, como escreveu Karen Ball, presidente da Associação de Reflexologia da América, EUA.

A reflexologia usa técnicas manuais únicas completamente diferentes da massagem, e tem uma longa história distinta da massagem. Além disso, centenas de estudos científicos em todo o mundo trouxeram evidências de sua eficácia na melhoria da qualidade de vida das pessoas em tempos de situações de saúde desafiadoras.

Qualificações

Um treinamento em reflexologia varia desde Introduções a Reflexologia, realizados em um dia, a cursos de Certificação completa, dependendo do nível de interesse do indivíduo e como ele ou ela planeja incorporar reflexologia como uma prática.

Naturalmente, uma introdução de um dia não fornece treinamento suficiente para oferecer reflexologia como tratamento de saúde. Pode, no entanto, ensinar aos participantes as noções básicas de reflexologia e ajudá-lo a decidir se quer ou não prosseguir com uma educação mais completa.

A maioria dos reflexologistas certificados oferece estritamente reflexologia aos seus clientes; talvez aumentada com hidroterapia e aromaterapia. Criam práticas baseadas na reflexologia que ajudam, com segurança, pessoas de todas as idades a restaurar a homeostase, otimizar as funções fisiológicas e resolver os desequilíbrios e fraquezas do sistema, e como auxílio no tratamento de qualquer fisiopatologia.

Uma massagem nos pés é um serviço adorável, assim como é a Reflexologia – mas eles NÃO são os mesmos.